domingo, 27 de novembro de 2011

Copa Fusca: Imortais besouros

De categoria considerada extinta à grande revelação da temporada 2011

A temporada de 2011 na velocidade em asfalto será lembrada por vários aspectos, como o crescimento da Formula 1.6, única categoria de monopostos com custo acessível do país, o eletrizante final de temporada do Marcas, e a velocidade dos supercarros da Endurance, mas o aspecto mais surpreendente foi o renascimento da Copa Fusca.

A Copa Fusca, categoria que nasceu em 1989 e teve várias nomenclaturas em sua existência de 22 anos vinha amargando grids magros e falta de competitividade, derivada do baixo índice de participantes. Ainda no meio da temporada, um grande trabalho de reestruturação da categoria foi iniciado, liderado por pilotos da categoria que solicitaram a ajuda da Federação Gaúcha de Automobilismo, através de seu Diretor de Asfalto, Urbano da Silva e de seu presidente, Carlos de Deus, para buscar soluções que tornassem novamente os Fuscas uma categoria atraente para equipes, pilotos e público.

O primeiro passo foi fazer um ligeiro levantamento da quantidade de carros em atividade ou parados em oficinas no estado, o número chegou a 30 carros em condições de competir ou em condições de serem reformulados para o regulamento atual da categoria. Iniciou-se então a busca de pilotos para estes carros, atraindo novatos, pilotos de pista de terra ou de outras categorias de asfalto, demonstrando que o baixo custo da Copa Fusca a torna uma excelente opção.

O resultado de todo o trabalho apareceu na etapa final da temporada, com um grid de 19 carros, sendo que todo o grid está comprometido com a categoria e em buscar novos pilotos e equipes para a temporada 2012. A categoria é a mais comentadas nos bastidores da velocidade e a busca por carros continua, sendo que pilotos já estão adquirindo carros de rua para transformá-los em um Copa Fusca. O show em Tarumã no último dia 13 de novembro foi completo, com direito até à famosa “paradinha” dos Fuscas no tala para saudar o público, que aplaudiu de pé os pilotos e seus besouros.

O que é a Copa Fusca?

A Copa Fusca é o nome da categoria que utiliza os Fuscas em competições, seu nome anterior era Speed 1600. Em 2000 com a substituição dos motores a ar por unidades refrigeradas a água seu nome foi trocada primeiramente para Formula Fusca e posteriormente para Copa Fusca. Os Fuscas da categoria recebem motorização VW AP 1.6 Mi com cerca de 140 cavalos de potência, bem mais que os motores VW a ar originais, que alcançavam cerca de 100 cavalos. O sistema de freios conta com discos nas quatro rodas, rodas de liga leve aro 13 calçadas com pneus Pirelli Cinturato P4 e todos os itens de segurança comuns a qualquer categoria (Santo Antonio, banco/ cinto de competição e etc.).

O futuro

Para a temporada 2012, o foco é o crescimento progressivo da categoria, atraindo mais pilotos e tornando a Copa Fusca a porta de entrada do automobilismo de asfalto, papel que a Speed 1600 desempenhou no passado, revelando grandes campeões para a velocidade no estado.

A Federação Gaúcha de Automobilismo está trabalhando em conjunto com os pilotos e equipes da Copa Fusca, fazendo contatos e anotando as idéias que deverão ser postas em prática na temporada 2012 para tornar novamente a Copa Fusca uma das maiores atrações do automobilismo gaúcho.

Texto: Erlon Radl - AutomobilismoOnline

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário